Uma entrevista exclusiva com o surfista e músico Jack Johnson



Uma entrevista exclusiva com o surfista e músico Jack Johnson

Jack johnson cresceu no Costa norte de Oahu, perto de Pipeline, e começou não como músico, mas como surfista de competição, entrando em competições de surf na adolescência.

Com o lançamento de seu primeiro novo álbum em quase cinco anos , All the Light Above It Too, incluindo o novo single My Mind Is For Sale, trazemos a vocês uma entrevista exclusiva com Johnson cobrindo seus primeiros dias de surf, como ele passou de cineasta a músico e seus lugares favoritos em o mundo para surfar.

Uma postagem compartilhada por @jackjohnson em 8 de junho de 2017 às 10:37 PDT





polaris lado a lado utvs

Você foi músico ou surfista primeiro?
Surfista, muito antes do músico. Comecei a surfar antes de me lembrar. Eu estava crescendo no Havaí e tendo dois irmãos mais velhos que surfavam, e meu pai surfava, então eu estava, tipo, cavalgando junto com meu pai quando.

E então eu ganhei minha primeira prancha de surfe quando eu provavelmente tinha 5 ou 6 anos. Lembro-me de receber a segunda mão do meu irmão. Foi muito engraçado: era meu aniversário e estava embrulhado, tipo, [com] um laço em volta [dele] ou algo assim. Enquanto eu olhava, eu disse, espere um minuto, é o tabuleiro do Petey! Eu já vi aquela coisa por aqui! Eles estão dando um novo presente! Mas eu estava amarradão; realmente não importava. Era uma velha barbatana única.

Mais sobre Jack Johnson e sua intersecção com a cultura do surf na GrindTV

Surf music: 7 surfistas que dedilham (com sucesso)

Os 5 esquetes mais engraçados do surfe envolvem a cultura do surf

Para ter acesso a vídeos de equipamentos exclusivos, entrevistas com celebridades e muito mais, inscreva-se no YouTube!